Posts Tagged 'música eletrônica'

Apresento-lhes Neelix

neelixHá uns 3 meses atrás eu achava que tinha cansado das músicas mais pesadas, que não valia a pena ouvir. E estava realmente certo até conhecer o grande e gorduroso(leia-se muito bom) Neelix!! O cara é fera, consegue mesclar voz, progressão e ritmo de um jeito muito singular. Tipo um Deadmau5 da vida. Que consegue fazer um som próprio. Que se rola uma música desconhecida, basta algumas viradas e você já sabe que é dele.

De todas as músicas, que você pode baixar aqui, eu prefiro todas. Hahahaha. Mas é sério, são diferentes e muito boas, não tem como escolher. No novo álbum, ele mistura um pouco de rock, e  as músicas tem um tema em comum “I didn´t mean to cry” (minha intenção não era ididntmeantocrychorar),que também é o título do CD. Não me pergunte o por que, mas deu muito certo!

Fucem no myspace dele. E escutem todas de lá, são recomendadíssimas. Fiquei umas 2 semanas sem entrar lá e já tem músicas novas. Sinal que ele dá atenção aos fãs, e sempre libera seu sons novos assim que os faz. E o melhor de tudo isso? Ele tá no melhor horário da Tribe. Essa eu não perco.

Anúncios

Ninguém pára a Kaballah

kaballahKaballah é melhor festa, com certeza. Melhor gosto para o line-up, melhores atrações inéditas, melhores ‘residentes’, sites mais bem feitos, mais limpos, diferentes das outras festas que poluem com aquelas bizarrices, como a Orbital, que fez uma nave muito mal feita, e a Tribe, que sempre vem com essas idéias de paz e blablablá, e o site parece o capeta. Enfim, Kaballah é melhor, e ponto.

A última edição foi realmente lamentável, porém compreensível. Não vou me delongar, campinas tirou o alvará da festa no dia, ai os organizadores locaram a Pachá aqui em Sampa, e a Anzu em Campinas. Problema foi que nem com o tamanho das duas casas, nunca que caberia a galera toda, pensando que seria um dia normal pras casas, aberto ao público. Pessoal vindo de outras cidades ficaram perdidos. Nem todos os djs tocaram, muito menos nos dois clubes. Somente alguns viajaram entre as cidades e fizeram duas apresentações. Fora o clima que não tinha nada a ver. No site tem uma mega explicação.

Mas a nova edição com certeza vai ser top demais. Lugar novo, nunca fui, mas tomara que seja plano e gramado (eu sou um dos que não gosta das pedras da Pedreira, lugar preferido da Tribe). Vão ter três palcos, o principal, o Cocoon stage, e chill out. Bom que se cansar de um som, troca de pista, e demoro!

Lógico que estou considerando principalmente os djs de low bpm (músicas com batidas mais lentas, ou melhor, quase tudo menos o psy). Para os que gostam do Psy, com certeza tem atrações de peso para cena. Shanti, Protoculture, Headroom e Megaband (Void + Eskimo) tocarão lá durante a noite.

Mas nada como ouvir Liquid Soul, Amo & Navas, Dusty Kid e Popof na mesma festa. Prog do melhor, electro do melhor e technera da melhor. Todos esses estão na pista principal, das alternativas não conheço muito dos djs então não vou comentar, mas devem ser bons. E ah, tem uma atração surpresa dos EUA, mas nem imagino quem seja. Tomara que seja inédito hehehe.

O site dessa festa ainda não está no ar, deve estar para entrar, mas na comunidade tem bastante infos, inclusive o line completo de djs. Farei de tudo pra ir! Quem sabe a gente não se tromba por lá.

Tribe em dose dupla!

tribe

O Skol Sensation iniciou o circuito das grandes festas de música eletrônica neste ano. Mas será em maio que acontecerá uma das festas mais esperadas do ano. A Tribe está aí e desta vez vem em dose dupla. Batizando a festa com o nome MoonLight, a primeira festa (Moon) acontecerá no dia 16 de maio e a segunda festa (Light) será no dia 18 de julho. A novidade é que a Tribe voltará para a Pedreira que é o seu lugar de origem.

Como diz o próprio nome das festas, cada uma será concentrada num período, Moon a noite e Light durante o dia. O som também varia bastante. A primeira festa terá a apresentação de grandes nomes como Domestic, Infected Mushroom e Ticon. A segunda festa terá nomes tão bons quanto a primeira como Pixel, Growling Machines, X-Noize, entre outros.

Informações sobre a festa estão no próprio site da tribe. Aproveite também a ótima promoção da Tribe onde você pode adquirir os dois convites por R$80,00 (primeiro lote).

Para quem adora música eletrônica, não pode perder por nada.

Dando um rolê pelo Myspace

myspace1

Myspace aqui no Brasil não é muito usado, porque conhecido, até que é. Mas não é tão simples quanto parece, então não ficar explicando com as minhas palavras, e vou usar a de alguém que registrou as suas no wikipedia.

Myspace é um serviço de rede social que utiliza a Internet para comunicação online através de uma rede interativa de fotos, blogs e perfis de usuário. Foi criada em 2003. É a maior rede social do Estados Unidos e do mundo com mais de 110 milhões de usuários. Inclui um sistema interno de e-mail, fóruns e grupos. MySpace é um site muito ativo, com novos membros entrando no serviço diariamente e novos recursos adicionados com freqüência. A crescente popularidade do site, e sua habilidade de hospedar MP3s, fez com que muitas bandas e músicos se registrassem, algumas vezes fazendo de suas páginas de perfil seu site oficial.

Entederam, né? É mais ou menos como as mais comuns, Orkut e facebook, porém completamente diferente. E, realmente, como dito no wikipedia, o legal mesmo é que lá dá pra colocas as mp3s e você pode ficar ouvindo o som das bandas, cantores, cantoras, e principalmente (pra mim) os djs.

E tenho reparado, aqui no blog, que a galera até se interessa, mas num tá muito ligada. Então vou dar uma explicada nos principais estilos (agora sim com as minhas palavras) e passar uns links de djs renomados.

House: É aquele som mais calminho, que quase sempre tem uma voz, e você consegue notar claramente as diferentes batidas da música.  Eu ia indicar o gui boratto, maaaas como eu já fiz um post só pra ele, vou indicar outro né. Kaskade, escutei na Pachá no começo do ano, na festa pós-MOB, e é realmente bom.

Electro: Veio do electro-house, e hoje já é um segmento da música eletrônica. As batidas são marcantes e mais pesadas que o house, junto com retorções e contorções de sons repetidos, que formam um ritmo bem agitado. Eu curto pra caramba, mas ainda não é meu preferido. Eu não vejo motivos pra não citar outro dj se não o Mason, porque com o perdão da expressão, mas PQP que som é esse? Escutei ele no Sensation (que aliás, eu devo um post aqui pro buzz!), foi o ultimo dj, e por mais que eu estivesse cansadissimo, eu fui lá pra frente pra “escutar melhor”!!!

Trance: Longe de ser o famoso psy (que incrivelmente eu já gostei, e hoje é muito difícil eu escutar), o trance é um som muito bom, porque é cheio de composições melódicas no meio, que lembram as batidinhas calmas do house, e depois chega aquele som mais agitado que ninguém fica parado. E é nessa categoria que estão grandes djs como Tiesto e Armin Van Burren, ambos vem sendo considerados os melhores do mundo há 3 anos. Maaas, eu ainda fico com o Ferry Corsten que tocou no Sensation também. Som demais, muito bem feito, com variedade e criatividade nas composições.

Techno: Agooora sim falou minha lingua. E viu, techno não é qualquer música eletrônica, ou toda música que toca na jovem pam, por favor! Techno é um som onde ‘tudo pode acontecer’. É bastante experimental, e difícil de explicar, só ouvindo mesmo pra perceber a variedade de sons. E claro que é meu estilo predileto, tenho uns 3gbs só de techno aqui no meu computador, dentre muitos djs, o melhor pra mim é o POPOF.

Espero que curtam tanto o Myspace em sí, quanto os perfis dos djs que eu passei! Se quiserem ver se o dj preferido, ou a banda, sei lá, de vocês, é só fazer uma busca lá na home do Myspace , e é quase certeza que tem, hoje em dia ninguém que ficar de fora, porque é uma ótima forma de ter um contato controlado e bem próximo do público.

Deadmau5 agora só em Setembro

Quem adora o house fino e progressivo com certeza está ansioso pela volta do grande produtor Ratão!!! Desde novembro estamos com saudades da sua aparição na XXXperience ed. de aniversário.

O dj renomado pelas suas batidas marcantes e cheias de inovação tem na sua carreira diversos sucessos como Fifths, Arguru, Not Exactly, The reward is Cheese, dentre outras. Pra mim as melhores são Brazil e Arguru, por serem batidas fortes, mas calmas.

deadmauzi1

Para aqueles que tem reclamado muito nas comunidade do Orkut da falta de músicas novas, deveriam freqüentar mais seu myspace e ver que tem uma novinha lá, com um título bem comum dele: Lack of better name (Falta de um nome melhor).

Quem o acompanha sabe que ele sempre nomeia por fatos suas produções, comprova-se pelo seu único álbum: Random Album Title (Título do álbum rotativo), que é aquele texto que fica rodando nos cds players dos carros.

Se no ano passado em novembro ele deixou saudades, agora em setembro deste ano ele volta para tocar na Pachá, na festa que definitivamente é a melhor da casa: We Love Sundays. Que acontece alguns sábados do ano. O preço é maior, porém muitíssimo recompensador! Festa digna da anfitriã Pachá-Ibiza. Fica a dica!

Agora se ele vem antes disso eu não sei, vai de algum organizador desembolsar os 25 mil euros que ele cobra para tocar, e conseguir um espação na sua agenda. Simples assim!

Quem quiser baixar as músicas dele, quase todas estão aqui.

E ah, e por favor, lê-se “dédimauzi” e não “dédimaufaivi’ 😉


Del.icio.us

Categorias

Arquivos por meses