Posts Tagged 'publicidade'

Caçadores de marcas.

Aqui no Buzz sempre falamos de campanhas publicitárias legais, dessa vez vou falar de um pessoal que me agrada em certo ponto: os Adbusters. Em adbustersportuguês Caçadores de Marcas. São uma rede entre artistas, jornalistas, estudantes, publicitários e web-designers, que questionam as estruturas de poder, de divulgação das mídias de massa. Criticam o life style contemporâneo e lutam pela ecologia mental. Contra a poluição publicitária, o consumismo desenfreado, o trabalho sem sentido no mundo contemporâneo…

Inspirados pelas idéias de McLuhan buscam através de intervenções de Culture Jamming (nome que se dá à prática de parodiar peças publicitárias,  utilizando outdoors, adulterando e alterando suas mensagens de forma drástica). Procuram, através do estranhamento causado por suas obras, levar à discussão sobre o espaço público, e a seu abuso pela publicidade.

O culture Jamming é uma grande mistura de influências. Vão desde a mistura de grafite, filosofia punk faça-você-mesmo, arte moderna e mono colagem. Hoje, na Europa e na América do Norte, tem-se discutido muito sobre a atuação dos grupos, e a ONG canadense Adbusters ganha cada vez mais membros, seja com a publicação modesta de 65.000 exemplares da revista, adbusters_midiaou pelo blog, acessado por pessoas do mundo todo. Ou ainda pela repercussão que geram nas redes sociais. Hoje eles já são temas em aulas de comunicação por todo o mundo.

Através do bom humor, criatividade e ousadia, os caçadores procuram conscientizar a sociedade sobre os caminhos do consumo. E buscam, acima de tudo, desenvolver uma nova cultura de mídia, cujo coração e alma não sejam comerciais.

Vídeo de um Culture Jammer em ação:

E vale se informar  mais também:

Entrevista com Allan MacDonalds da Revista ADbusters

Assalto à mídia

O lado negro da web

Este post inspirado em um vídeo, enviado via por Twetter pela Ariane Dias.

Anúncios

Quando eu crescer, quero ser… PUBLICITÁRIO!

Uma grande homenagem aos meus queridos companheiros de classe, de trabalho e de blog:

When I grow up, I wanna be rich…a

Por causa da Maionese

tomaladacaEntão, como a gente sempre fala de publicidade aqui no blog, resolvi colocar uma ação de merchandising muito legal que eu vi na TV. Daí que a gente sabe que “merchan” legal é quase impossível. É, também achava isso.Mas o pessoal do Toma lá Da Cá, da rede Globo, causou e o “Merchan” para a Maionese Hellmans ficou bem legal.

Segundo o Wikipedia, merchandising é uma ferramenta de Marketing, formada pelo conjunto de técnicas responsáveis pela informação e apresentação destacada dos produtos no ponto-de-venda, de maneira tal que acelere sua rotatividade.

Aqui no Brasil o termo é usado equivocadamente, servindo para denominar a inserção de propaganda em obras de áudio e vídeo, de maneira a mesclar a divulgação do produto à trama. Para esta prática o termo correto seria “Tie-In.”

E a comédia da trupe do Miguel fez a lição de casa e misturou a Ação de marketing a tal ponto que virou até o nome do episódio. Veja aí um trechinho do episódio: Por causa da Maionese.

E você, o que achou?

Doritos Sweet Chili em realidade aumentada

Muito tem se discutido nesses dias de publicidade em Realidade Aumentada e já vemos alguns casos com aplicações inteligentes e diferentes aqui no Brasil fazendo um uso legal da tecnologia.

Ai eu estava passando pelo blog do CCW e vi uma campanha bem legal da Doritos, eles vão misturar código de realidade aumentada nas embalagens do novo salgadinho da Pespsico chamado Sweet Chili..

Site Doritos Brasil

Site Doritos Brasil

Até ai legal, mas a grande sacada desta campanha é que o monstrinho o “Doritos Lovers” que aparece na embalagem é o personagem principal de um hotsite bem bacana,o Doritos lovers vai atuar na rede social Orkut.

Para agradar a todos do Orkut o monstrinho tem mais de 200 mil combinações diferentes, tudo isso porque os personagens acabam virando Avatar que interage no seu profile (um Boddy Poke estilizado).

Apps Dorito para o  Orkut

Essa campanha é interessante não pelo fato da realidade aumentada ( que já não é ser mais novidade pra ninguém) mas sim por utilizar de forma inteligente a ferramenta fazendo um cross com o Orkut a maior rede social brasileira com grande penetração e afinidade junto ao público jovem alvo desta campanha.

Só senti falta de uma plataforma para celular nesta campanha que ficou bem legal.

Criatividade publicitária

Campanhas publicitárias online continuam surpreendendo! Mesmo quando você acha que não há mais como ser surpreendido, ou ainda, não há mais o que ser inventado.

Alguns dias depois do post da campanha interativa de Credicard Citi, fui impactada pelo banner do Novo Citroën C4  no Yahoo!. O banner tem tudo a ver com a primeira campanha televisiva do modelo, que é praticamente um novo episódio com o robô-carro (lembram? que o carro se desmembrava, virava um robô e dançava?), porém nesta nova campanha, o robô sai correndo no mesmo cenário que o primeiro comercial.

Diferente do banner do cachorrinho (ou do violino, da praia e da escalada de Credicard Citi), a campanha online do Novo C4 não tem a fusão de portais concorrentes, o robô do C4 corre e atravessa diversas páginas do portal para chegar até o hotsite do modelo (que aliás vale a pena ser visitado!). É difícil descrever, confira:

Como discutido no outro post sobre a publicidade, não é fácil atrair a atenção dos consumidores em um ambiente onde há mais 3.564 outras campanhas publicitárias. São os formatos difenrenciados e a criatividade inusitada, como esta, que nos retém a atenção e nos entretê além, é claro, de trazer resultado.

Skol lança anúncio em ‘Realidade Aumentada’

Pioneira na ousadia digital, a Skol lançou um anúncio que abrange revistas e jornais (para divulgação do “Skol Sensation”) em Realidade Aumentada. Explorando a interatividade com o consumidor, a campanha foi desenvolvida pela Agência F/Nazca e teve início dia 14 desse mês.

A Realidade Aumentada (Augmented Reality), de forma geral, é a transformação daquilo que é estático em animações bacanas, tudo em tempo real.

Para isso, é necessário um software que reconheça movimento. Sobrepondo objetos virtuais com objetos reais e utilizando técnicas de computação gráfica, a interação acontece. Isso basicamente através dos movimentos gerados por uma pessoa por meio do anúncio, em direção à câmera (tanto do computador quanto a do celular).

O público é orientado a colocar anúncio da “Skol Sensation” em frente a webcam e conferir o que antecipa a interatividade do evento. Logo, efeitos especiais e imagens tridimensionais aparecerão na tela do computador, revelando assim algumas atrações e dando idéia da grandiosidade do ‘espetáculo’.

Há outros exemplos de realidade aumentada aliada a publicidade. A Chevrolet recentemente lançou uma campanha para o Vectra GT 2009, um game de corrida onde você é o piloto e o volante é controlado através dos movimentos gerados por você por meio do anúncio. Já a LEGO, por exemplo, montou um recurso no pdv onde as crianças aproximavam a caixa de brinquedo e ele o projetava já montado. Tem até “twittadas” pipocando em camisetas! O pessoal da Squidder fez uma combinação da realidade aumentada com o Twitter, criando assim camisetas que exibem a sua última atualização na rede!

Veja também esse  jogo virtual – o ‘Fanta Virtual Tennis’:


São tantas coisas aparecendo ultimamente que a realidade aumentada parece até ‘coisa batida’ (para alguns, acreditem!). Porém, como toda essa tecnologia, o que realmente vai importar é o uso dela dentro de uma idéia maior.

Publicidade x Entretenimento

Acho que uma das coisas que mais me incentivaram a fazer publicidade foi essa mistura de entretenimento com a força de venda. Acho incrível campanhas que não nos permitem sequer piscar os olhos, devido a tamanha curiosidade e identificação que nos ocasionam. Claro, há campanhas que ao começar já mudamos de canal ou levantamos a bunda do sofá pra pegar alguma coisa na cozinha, mas há outras que você simplesmente torce para que passe.

Passando da TV para a internet, os banners são aquelas publicidades chatas e mal planejadas da televisão na internet (para mim, claro!), mas ultimamente tenho olhado com outros olhos. A interatividade e o entretenimento estão presentes na maior parte dos banners espalhados nos portais, em campanhas da Honda e da Ford no final do ano passado, por exemplo, era possível ‘brincar’ com os banners.

Em novembro uma campanha chamou minha atenção, como também de muitos curiosos e publicitários, ao acessar o Yahoo! (e mais tarde descobri que no iG também!) me deparei com uma campanha da Credicard Citi, que, sem dúvida, fez parte da maioria das twittadas, posts e notícias. Essa intervenção marcou o início de surpreendimentos e surpresas também nos banners da internet. Está achando que ele simplesmente abre uma página bacanuda?! Assista:

Pode parecer simples ou um tanto sem graça para alguns, mas se soubessem como é difícil integrar dois grandes portais concorrentes, e além disso deixar tudo certinho e alinhado, sequer pensariam isso.


Del.icio.us

Categorias

Arquivos por meses