Posts Tagged 'twitter'

Twitter é o astro da mídia espontânea

O Twitter está se consagrando como um grande astro da mídia. Isso porque as suas aparições em telejornais, talk shows, reportagens em jornais e revistas já somam US$ 48 milhões em espaço ocupado nos últimos 30 dias nos Estados Unidos.

A rede social recebeu 2,75 bilhões de citações, com a televisão respondendo por 57% do valor total de mídia ocupado, 37% para jornais e 5% para revistas. Quem gerou valor de mídia para o Twitter nos Estados Unidos foi a Fox News, à frente de CNN.

Considerando-se as citações em jornais menores, o valor pode chegar ao dobro disso, de acordo com Peter Wengryn, CEO da VMS, a empresa que fez esse levantamento.

Só para se ter uma ideia, isso é metade do que a Microsoft planeja investir em marketing para lançar o mecanismo de buscas Bing. E a nova empreitada da empresa de software teve espaço na mídia de apenas US$ 574 mil, e 63 milhões de citações, números muito inferiores aos do Twitter.

Para o vice-presidente de mídia integrada da VMS, Gary Getto, o valor apontado é muito grande e ele jamais pensou que “algo pudesse ser mais popular do que o Google”, referindo-se a uma comparação que fez entre a cobertura sobre Google e Twitter no período.

Via: Meio e Mensagem

Brasil X Eua, digo Ashton Kutcher

Parece mesmo que tudo que o Brasil faz de melhor vem do futebol! Durante o jogo do nosso país contra os norte americanos, Ashton Kutcher(@aplusk) twittou algumas coisas. Nada ofensivo. Mas claro que foi a maior brecha pros twitteiros do Brasil causarem.

Assim que a gente virou  o jogo, ou gringamente, quando aconteceu o comback, o famoso oso oso de virada é mais gostoso, surgiu a idéia de massacrar o ator com #chupa! Hahahaha. E isso evoluiu. Passou de não só zoar com o @aplusk, mas de colocar a tag nos trending topics.

Pelas palavras de Demi Moore :

@mrskutcher Brazilians R going crazy on hubby w/this “chupa” thing. He is laughing his a** off. Hysterical! Wait it’s #2 on trending topics hilarious!

@mrskutcher OMG #chupa is now the #1 trending topic there is some power in Brazil!

Daí que surgiu outra idéia. De subirmos o #ForaSarney no tópicos mas falados pedindo para o Ashton twittar também. Ele não quis, e disse que temos que lutar pelo nosso país. Nas palavras dele:

@aplusk 2 my Brazilian tweeps; Only U have the power 2 impeach your senator. It’s YOUR country U have 2 stand 4 what you believe. I have no vote

O Brasil fez isso!! E alguns famosinhos do twitter, que eu também sigo, se acharam pensando que foram idéias deles. Mas não passaram de meros participantes, e mereceram este vídeo:

‘Link’ torna-se o canal de tecnologia do Estadão

linkOntem, dia 02 de junho, o Estadão colocou no ar e substituiu sua antiga página de tecnologia pelo link .  O canal publicará notícias sobre o mundo digital com tudo o que existe na área de comportamento dos usuários, cultura digital e tendências do meio.

Além de conferir as notícias em primeira mão através de textos, vídeos, aúdios e infográficos, o Link oferecerá maior interatividade para os usuários. Estará nas principais redes sociais como Orkut, Limão, Facebook,  My Space, Twitter, You Tube e Flickr.

Na chamada web 2.0 o internauta também poderá comentar e avaliar as notícias publicadas em sites como Delicious e o Facebook.

Essa é mais uma tentativa de muitas que virão do Estadão para cada vez mais diversificar o conteúdo do portal.

Acredito que a credibilidade do jornal ajudará nessa tentativa de ser uma fonte rica de informações para nós, e para os leigos que querem saber cada vez mais do mundo online.

Poucos publicam e muitos lêem

twitter over capacityÉ isso mesmo! Dois novos estudos dizem isso do Twitter. A mídia que é febre tem sim seus defeitos! O maior problema surge na hora de ver quem está realmente criando conteúdo, e quem só está somente lendo.

Um estudo feito nos E.U.A., pela Nielsen – o Ibope de lá:  O índice de rejeição dos novos usuários é grande. 60% não voltam no próximo mês após ter feito o cadastro, enquanto só 40% permanecem.

O outro estudo é de Harvard, e diz que 10% dos usuários que mais postam são responsáveis por 90% do conteúdo. Então só 1/10 da galera está usando a mídia corretamente. Também relata que tanto homens quanto mulheres seguem mais o primeiro sexo. Enquanto nas outras social medias geralmente ocorre o contrário.

Via Pedro Doria.

As redes sociais são úteis ou perda de tempo?

mtv-debate

Ontem no auge do meu zapping pela tv na madrugada, cai no MTV Debate, que sempre é muito interessante, e ontem tava especialmente legal com o tema de mídias sociais e seu uso.

As usual, vários perfis estavam presentes, duas pessoas contra mídias sociais, um psicologa especializada nelas, e três pessoas que usufruem bastante. Sempre há um enrolação em debates desse assunto, pois há inúmeros fatores bons, quanto ruins.

Downloads de músicas pela internet, livre opinião e velocidade de informação. Tudo isso tem seu ponto bom e ruim, que você pode ver na íntegra aqui. (De novo, não tem como colocar aqui, porque está hospedado no UOL, se alguém souber como, por favor, falaí).

A conclusão do programa é bem legal: As mídias sociais são meios, e não fins. Você pode conversar, escrever, teclar, olhar. É mais uma ferramenta pra completar nossas experiências. E elas se tornam ruins a partir do momento que você começa a excluir a vida offline. Não se socializa a não ser pelo MSN, e escreve internetês mas erra no português.

Também indico esse programas: A mídia impressa vai acabar?, Você concorda com a reforma ortográfica?, A política de drogas do Brasil é eficiente?.

Como seria o Twitter na vida real

Dan Gurewitch, @dangurewitch, criou um vídeo sensacional de como seria o twitter na vida real, vejam:

Muito bom né? Agora o Elcio Coronato, @elciocoronato, criou a versão brasileira.  Não deu para publicar aqui no blog porque está hospedado no Uol.

Speeling with my brain

Esse é o tweet postado por ondas cerebrais, sem relar uma vez se quer no teclado. Enviado pelo pesquisador Adam Wilson nos Estados Unidos. Veja no vídeo.

Em suma, as imagens visuais criadas pelo cérebro são enviadas para o computador, ele lê em um teclado virtual, e posta diretamente no twitter. Leia na integra.

Legal como a inclusão digital pode estar, cada vez mais, para todos!

Agregue-se!

netvibes

Aqui está a primeira das 4 dicas que darei para você se organizar melhor no dia-a-dia. Se você é daqueles que usam milhares de janelas abertas com Messenger, Twitter, Facebook, etc, aqui está a dica para você começar agregar tudo isso em uma única ferramenta. Afinal, a vida é corrida e além de estar conectado a estas ferramentas, ainda tem notícias para ler.

O primeiro e talvez mais popular agregador que você precisa conhecer é o Netvibes. Trata-se de um projeto francês e ficou muito popular em pouco tempo. Ele permite que você tenha uma única página de browser diversos módulos com conteúdo “importado”. RSS, Flickr, Twitter, e-mails, notícias, enfim, numa única página o conteúdo resumido de diversas telas do browser. Ele permite também que você tenha diversos tabs para separar assuntos, além de possibilitar que você compartilhe seu “resumo de feeds” com outros usuários.

Você pode pensar que é mais um google reader, mas não é. Netvibes possibilita que você importe mais do que apenas feeds de RSS. Widgets com calculadora, previsão do tempo, etc, fazem com que o Netvibes seja uma ótima opção para se transformar na sua página inicial.

Fonte: Revista Meio Digital

Twoggle????

Sim, você leu certo: Twoggle. Twitter + Google. E não, ninguém comprou ninguém. Mas acredito que o se continuar crescendo assim, o microblog vai ser embolsado também!

twitter-+-google

E nada mais é do que uma simples busca simultânea nos dois lugares, assim como mostra o print:

twoogle

A função exata eu não sei. Acho é que tá na moda criar novas ferramentas para o twitter. Indenpendente se é realmente útil!


Del.icio.us

Categorias

Arquivos por meses